sexta-feira, 29 de fevereiro de 2008

Pense.

"Que o último a sair do país apague os políticos."


Provérbio Irlandês.


via prosaepolitica

Narizes, Olfato e Podridão.

Por André Carvalho em 29/fevereiro/08
btreina@yahoo.com.br

Narizes, Olfato e Podridão

Em recente pronunciamento o Presidente Lula afirmou, com a mais absoluta convicção: “seria tão bom se o Judiciário metesse o nariz apenas nas coisas dele, o Legislativo nas coisas dele e o Executivo nas coisas dele... É preciso que a gente reordene as instituições brasileiras para que elas funcionem cada vez mais de forma harmônica”. (ver jornais, tvs e internet).

A verdade é que quando Lula enfia suas ventas para fuçar outros terreiros, a harmonia da nação, que já é frágil, esvai-se numa fedentina incontrolável. Por não saber onde tem o nariz, o presidente desconhece que o Judiciário, por natureza, tem mesmo que meter o “nariz” em todo e qualquer lugar onde haja o desvio ou arrepio da lei.
Assim, o Executivo, mais especificamente o atual Executivo, é a grande caixa de fedor que o Supremo Tribunal Federal deve desinfetar através de inúmeras ações judiciais.

O egocentrismo presidencial é tamanho, que o magnânimo não percebe o quanto mete o nariz, cotidianamente, em qualquer fresta ou saliência de poder. Ninguém, na história deste país, julgou mais que Lula, mesmo sendo ele apenas o chefe do Executivo e o julgamento, uma prerrogativa do Judiciário.
Para exemplificar, cito um fato recente, quando o presidente afirmou que a ex-ministra Matilde não cometeu crime e sim erro administrativo. A sentença, falsa ou verdadeira, só cabe ser proferida pelo Judiciário. O Presidente é useiro e vezeiro na emissão de julgamentos como este, metendo seu nariz onde jamais devia.

Da mesma forma, o Executivo mete o nariz no Legislativo quando emite medidas provisórias sobre assuntos de natureza corriqueira, diferentemente do que propõe a carta magna do país. Divertido é comparar as atuais intromissões com aquelas que o magistrado Nelson Jobim fazia sempre em defesa de Lula e de seu governo. Pequenininho o nariz do Nelson! Tão pequeno que Lula não enxergava.

É típico do egocêntrico não perceber nitidamente sua intromissão onde quer que seja -- percebe só e erroneamente a ingerência de tudo e de todos em seu universo “exclusivo”. É uma doença tal qual alcoolismo, sudorese, transtorno bipolar, só para citar algumas de fácil identificação.

Se, para cheirar as massas, o olfato presidencial é aguçado, o mesmo não se pode dizer para as relações protocolares, constitucionais e éticas. Para tais ares, o titular torce o nariz exalando, por conseguinte, inconformidade na ínfima parcela pensante da população brasileira.

Sem dúvida que o melhor instrumento para avaliar o Brasil de hoje, aí incluído o governo, é o nariz, essa protuberância piramidal, de base triangular, e porte variável, sujeito a “botox e pitanguis”, mas, que do alto de sua mais nobre tarefa, que é respirar, sinaliza pelo olfato, a podridão reinante na esfera governamental.

Resultado da Enquete

O Pilórdia.com perguntou:


"Como você acha que essa questão dos cartões de crédito corporativos do governo vai acabar? "


1. com punições exemplares - 2,9 %
2. com um EU NÂO SABIA - 23,5 %
3. em pizza - 35,3 %
4. não vai acabar. Vai continuar - 38,2
%

5. vai acabar o uso dos cartões, mas sem ressarcimento 'a União - nenhum voto.
A conclusão é que 97,1 % dos votantes acredita que o Brasil afunda mais alguns degraus. E que esses 2,9 % é uma verdadeira "Velhinha de Taubaté".

Vade Retro, Axé-Babão

por Antonio Luís Almada
Vade Retro, Axé-Babão
O infante Dom Henrique continua como sério candidato ao cetro de alcaide mais desastrado desta maltratada São Salvador. Voluntário ou omisso, tentou demolir um terreiro de candomblé, o Oyá Unipó Neto, com 28 anos de tradição de bate-macumba, afrontando não apenas pais, mães e filhos-de-santo, mas toda a comunidade da umbanda afro-baiana. Sem falar, é claro, na clara violação à Constituição brasileira que, queiram ou não os senhores políticos e afins, ainda continua valendo como Carta Magna do país tropical.
Não deliro ao som dos atabaques nem às encenadas pregações evangélicas, mas não posso deixar de indignar-me pelo precedente que o prefeito abre com tal atitude, justamente quando traficantes de milagres de inúmeros templos vêm declarando guerra aberta a todos que lhes são "infiéis", inclusive o próprio candomblé e a imprensa. E se o prefeito resolve demolir a Catedral da Sé, ou a igreja do Bonfim?
Em se tratando do alcaide trapalhão, acautelo-me. Nesta madrugada de 28 para 29 de fevereiro, por exemplo, as duas horas de chuvas mostraram o quanto a Prefeitura está devendo à cidade. Os banhos de luz e de asfalto, que me levam a tempos imemoriais da carochinha, tomaram verdadeiro "banho" das prenunciantes águas de março.
Somando-se a esse pouco o deformador PDDU, as barracas de praia, os passeios intransitáveis, a sujeira geral, as infantilidades políticas e os gastos extraordinários em propaganas enganosas, temos uma Salvador tristemente irreconhecível.
O que mais quer o infante demolidor? Ser reeleito, claro, e, com sua imaturidade político-administrativa, ser usado e "engolido" pelo ambicioso e carreirista ministro da Integração, que não abre mão de morar em Ondina nos próximos três anos. E o prefeito que se cuide. Há uma tropa de exus despejada e capaz das mais naturais vinganças contra seu algoz. Mas como ele é especialista em encruzilhadas...

Fróidisplika.

"Quem ri por último,
perdeu todo o tempo que passou sem rir."
( Eno Teodoro Wanke)

quinta-feira, 28 de fevereiro de 2008

Fróidisplika.

"Quem não deve não tem."
(Joelmir Betting)

Ministro do Trabalho ensaia recuo.




de Josias de Souza em seu Blog Bastidores do Poder.










Na Esplanada dos ministérios, a prudência tem de marcar hora, apresentar documentos na portaria e tomar chá de cadeira. A esperteza, ao contrário, dispõe de certos privilégios. Munida de um crachá do partido do ministro, chega a hora que quer, sobe pelo elevador privativo e encontra a porta sempre aberta.

Na pasta do Trabalho, a astúcia traz no peito a insígnia do PDT. Nos últimos dias, o noticiário esteve apinhado de convênios de utilidade duvidosa firmados com entidades ligadas ao partido do ministro Carlos Lupi.

Para Lupi, as notícias brotam da crueldade da mídia.
"Não tenho preocupação com a ética porque nasci na ética. Sou vítima de
perseguição política. Julgo ser vítima de uma campanha para me difamar e
destruir uma imagem construída há 30 anos. Estou profundamente
magoado
."
Além de mágoa, as reportagens provocaram em Lupi uma ponta de preocupação com a própria “imagem”. Nesta quarta-feira (27), o ministro abortou, já no nascedouro, três dos inúmeros convênios que acabara de firmar. Fez por pressão algo que se esquivara de fazer por obrigação.

O súbito zelo do ministro devolverá às arcas da Viúva mais de R$ 5 milhões. Pouco, muito pouco, pouquíssimo. Mas já é alguma coisa. Cancelaram-se os convênios com as entidades Grupo Mulher Maravilha, de Pernambuco; Associação São Vicente de Paulo, do interior de São Paulo; e Instituto Data Brasil, sediado na capital paulista.

De resto, Lupi anunciou a constituição de um grupo de trabalho para varejar, em 15 dias, os convênios de repasse de verbas públicas para outras entidades privadas supostamente sem fins lucrativos. Providência tardia, mas louvável.

Num esforço para livrar a cara do PDT, Lupi exibiu, em entrevista, uma planilha com uma lista de contratos que beneficiam, além de entidades vinculadas ao seu partido, organizações ligadas ao PSDB, PT, PMDB, DEM e PP. Somam R$ 408,8 milhões. Mais do que um álibi, a relação constitui a mais eloqüente evidência de que os repórteres ainda nem roçaram a encrenca escondida nos arquivos do ministério do Trabalho.

Lupi, como se recorda, é alvo da Comissão de Ética Pública da Presidência da República. O órgão recomendou a Lula que force o seu ministro a optar entre a presidência do PDT e o cargo de ministro. Para a ministra Dilma Rousseff (Casa Civil), o caso deve ser avaliado com "menos fígado" e mais "racionalidade".

Antes, o Planalto deveria exigir de Lupi um pouco mais de apreço pelo dinheiro alheio. Do contrário, é o contribuinte quem ficará “profundamente magoado”.

Tom Zé é o nosso Dom Quixote baiano.



por terramagazine
Tom Zé faz música-protesto em defesa de Salvador





O compositor Tom Zé compôs, especialmente para Terra Magazine, uma música em defesa de Salvador, que tem seu perfil urbano ameaçado pelo novo PDDU (Plano Diretor de Desenvolvimento Urbano), aprovado pela Câmara - em tempo recorde - e sancionado este mês pelo prefeito João Henrique Carneiro (PMDB), hoje apoiado pelo ministro da Integração Nacional, Geddel Vieira Lima.
Houve pressões de empresários e imobiliárias para a elevação do gabarito. Com o PDDU, hotéis de até 18 andares podem ser erguidos em trechos da Orla de Salvador, a "Cidade da Bahia" de Jorge Amado e Caymmi. Da Barra a Itapoã, megaempreendimentos imobiliários começam a ser planejados.
Em Salvador, crescem os protestos contra a Prefeitura. O novo gabarito mudará as características históricas da primeira capital do Brasil. Há o temor de que mude a ventilação da cidade. No Comércio, na Praça Cayru, ao lado do Mercado Modelo e próximo ao Elevador Lacerda, também foi liberada a construção do Hotel Hilton.
Por telefone, no início da tarde desta quinta-feira, Tom Zé concluiu a letra da música-protesto para Terra Magazine. E já marcou a data da primeira execução: no espetáculo "Tropicalismo", na praia Porto da Barra, no próximo 1º de março, às 22h. "Vou cantar lá, no projeto Praia 24h", diz o baiano de Irará, em tom de conclamação aos baianos.
Seguirá a velha luta dos artistas contra os "tubarões" - era assim que o popular cordelista Cuíca de Santo Amaro chamava os especuladores de Salvador e sua Feira de Água de Meninos.
Leia a letra da música inédita de Tom Zé:
SOLVADOR BAHIA DE CAYMMI
Doce suave Solvador Bahia
Que Caymmi deu à luz um dia,
Ameaçada está pela usura
De construir torre de toda altura
Beira da praia, Praça Cayru
Orla da Barra, Mercado Modelo,
Nada escapa desse aperta-cu
* * *
Quando Caymmi criou
essa suave Solvador
Foi Mãe Menininha que amamentou
* * *
Buda ensaia
De pijama na Lapinha
Gandhi gandaia
Já entope a Barroquinha
Baco tocaia
Uma mucama na Rocinha
Mãe Menininha
chora morte da Bahia

Perfume reúne odores de sangue, suor, saliva e sêmen


Um perfume que recria os odores do sangue, do suor, da saliva e do sêmen é a nova atração da famosa loja Harvey Nichols, em Londres.

Fonte: BBCBrasil






Chamado Sécrétions Magnifiques (Secreções Magníficas, em tradução literal), o perfume é produzido pela empresa Etat Libre d'Orange, especialista em fragrâncias exóticas. Além deste, outro perfume popular da marca é o Jasmin et Cigarette, com aroma de jasmim e tabaco.
A companhia afirma que a marca é uma "declaração de independência do universo comum da perfumaria clássica".
Sécrétions Magnifiques foi criado pelo perfumista francês Antoine Lie, que já assinou fragrâncias famosas de Giorgio Armani e foi um dos criadores do perfume Comme des Garçons 8 88, que tentou reproduzir o cheiro do ouro. Além dos odores das secreções humanas, o novo perfume reúne também fragrâncias de sândalo e côco.
De acordo com a empresa produtora, o perfume é “subversivo, constrangedor, provoca adesão ou rejeição total”.
As fragrâncias exóticas são um nicho recente no mercado de perfumaria. Desde a popularidade dos perfumes com feromônio - substância química relacionada com a atração entre seres da mesma espécie - várias perfumarias começaram a ofertar perfumes com odores peculiares.

Ferraris falsificadas na Itália

Itália desvenda rede que fabricava Ferraris falsificadas
Os agentes apreenderam 16 automóveis, que seriam vendidos por um preço muito inferior ao valor de uma Ferrari verdadeira, que custa entre R$ 420 mil e R$ 670 mil. “Encontramos automóveis já prontos e alguns ainda em construção, além de diversas peças separadas”, informou o coronel Guido Mario Geremia, da polícia financeira de Palermo, na Sicília.
Numa oficina mecânica da cidade siciliana de Agrigento, a polícia apreendeu uma Ferrari modelo F360 Modena falsa. Outros 15 carros foram apreendidos em diferentes regiões italianas como Milão, Prato, Taranto, Crotone e Asti.
Durante a operação, os policiais descobriram peças originais da Ferrari como o cavalinho, que é o logotipo da casa, painéis e volantes. Além das peças originais, havia também cópias em resina de capôs, paralamas e portas.

De acordo com o coronel Geremia, os compradores sabiam que estavam comprando um automóvel falsificado. O preço que pagavam por uma cópia da Ferrari era de R$ 50 mil a R$ 120 mil.
De acordo com a polícia financeira, as falsas Ferraris eram construídas por artesãos italianos. Eles usavam chassis e motor de um automóvel americano, o Pontiac Fiero, e sobre esta base montavam a carroceria típica da Ferrari. Os agentes estão investigando para descobrir se há envolvimento de outros países na produção e no comércio destes veículos
A polícia já apreendeu Ferraris falsas diversas outras vezes na Itália, onde o automóvel é um dos maiores sonhos de consumo. De acordo com a imprensa italiana, a maior quantidade de Ferraris falsas apreeendidas pela polícia foi em 1985 na região de Cuneo, quando os agentes descobriram 50 imitações do modelo Gs de 1962.
Imitações de Ferraris foram descobertas também nos Estados Unidos. Em 2000 a fábrica de Maranello processou um mecânico do Oregon, que teria fabricado três automóveis falsos.



Fonte: BBCBrasil




Cantinho confortável




via zuzafun

Ladrão e Gaiato.



via asttro

[A]Mostra de Humor > Zéfiro.


Série [A]Mostra de Humor
Os Gênios do Traço


Alcides Aguiar Caminha
"Carlos Zéfiro"
Ilustração e Quadrinhos



Carlos Zéfiro é o pseudônimo do funcionário público brasileiro Alcides Aguiar Caminha (RJ, 25 de setembro de 1921 - 5 de julho de 1992) com o qual ilustrou e publicou, durante as décadas de 50 a 70, histórias em quadrinhos de cunho erótico que ficaram conhecidas por "catecismos" que tanto fizeram a cabeça e as fantasias sexuais dos adolescentes dos anos 50 e 60. Um nome que podia (ou pode) ser traduzido tranqüilamente por sacanagem.





Os "catecismos" eram desenhados diretamente sobre papel vegetal, eliminando assim a necessidade do fotolito, e impresso em diferentes gráficas em diferentes Estados, gerando, inclusive, diversos imitadores. Em 1970, durante a ditadura militar, foi realizada em Brasília uma investigação para descobrir o autor daquelas obras pornográficas mas que não chegou a ser concluída.
Fontes: wikipedia ludmira

Deixe um cego feliz...



Sexo sem preconceitos.







Mão boba.

A foto de Gilberto Alves foi finalista do Prêmio Esso.
Não ganhou.

via Pictura Pixel

* Mas devia

Pense...

"Estou mais perdido que FDP no dia dos pais."

Quanto voce pagaria por...

Card de baseball


"Sim, a mania de crianças de colecionar cards de sues ídolos atravessou gerações e tornou-se uma verdadeira obsessão para certas pessoas. É por isso que o card de Honus Wagner um jogador de um time de Pittsburg foi vendido $2,3 milhões de dólares.
Até então o maior valor já pago por um card. Isso até setembro do mesmo ano quando a figurinha foi vendida novamente por espantosos 2,8 milhões de dólares. A carta tem o numero de série T206 Honus Wagner, e foi fabricada pela American Tobacco Company em 1909. Ela é considerada a “Mona Lisa dos cards de jogadores de baseball.”

Vaso



O vaso mais caro do mundo é (como você deve imaginar) um vaso de porcelana feito no século 14, no período Hongwu da dinastia Ming. Ornado com flores ele tem uma forma extraordinariamente rara para o período o que elevou seu valor a 10,9 milhões de dólares, pago por um milionário dono de um cassino.

Moeda



Existem muitos tipos de moedas raras, como as gregas usadas para pagar o “barqueiro” quando morria alguém na grécia antiga. Mas a moeda mais rara que se conhece é uma moeda única de vinte dólares chamada double eagle, que foi vendida a um colecionador por 7,9 milhões de dólares.


via mundogump

quarta-feira, 27 de fevereiro de 2008

Rapidinhas

Já não se fazem comunas como antes: Alice Portugal (PCdoB-BA) está entre os deputados que mais torraram verba de gabinete, no recesso.
Após sete anos, o governo do PT nem aprendeu a fazer relatório. É uma caríssima porcaria o “balanço do PAC” em 2007, incluindo CD, enviado a políticos pelo sub da Casa Civil, Marcos Lima. Da página 152 pula para a 160 e sete estão de cabeça para baixo. Tudo bem, ninguém lê mesmo...

deu no site do LauroJardim

É para valer a idéia do dono da americana JetBlue, David Neeleman, de instalar no Brasil uma companhia aérea para dividir os céus com a TAM e a Gol. Neeleman desembarcou hoje de manhã em Brasília e acabou de reunir-se com a diretora-geral da Anac, Solange Paiva Vieira.

O americano-brasileiro adiantou seus planos numa conversa de uma hora na sede da Anac. Seu plano de vôo consiste em criar uma companhia de baixo custo e tarifas baixas. Sua operação brasileira começaria a voar para valer em 2009, com aviões da Embraer. Ele já encomendou 74 jatos da empresa brasileira. Segundo informou ao governo, prevê investir 250 milhões de dólares para implantar sua empresa de aviação no Brasil.

Filho de americanos, mas nascido no Brasil há 48 anos, ele tem dupla nacionalidade. Isto lhe permitirá ser dono de uma companhia aérea - por lei, só brasileiros tem esse direito.
Em princípio, Neeleman não usará o nome JetBlue no Brasil.

Candidato com senso de humor.

Tudo ia bem na entrevista com Barack Obama, o pré-candidato democrata que lidera a indicação do partido para a disputa presidencial nos Estados Unidos. A pergunta foi simples e a resposta também. Até a hora da explicação…
Durante a gravação do programa “Entertainment Tonight”, para a TV norte-americana, Obama foi questionado sobre quem ele gostaria que interpretasse o seu papel caso sua história um dia virasse um filme.
“Will Smith”, respondeu o pré-candidato -também senador por Illinois. Por quê?, perguntou o entrevistador. “Porque ele tem as orelhas apropriadas”, respondeu Obama.

Zebra + Girafa = ?



A brincadeira acima não é todo falsa. Este animal é o okapi, uma das duas espécies remanescentes da família Giraffidae, sendo a outra a girafa.
É nativo das florestas úmidas do nordeste da República Democrática do Congo, e era conhecido somente pelos habitantes locais até 1901. O okapi possue uma língua muito longa (aproximadamente 30 cm), azul e flexível, que usa para retirar folhas e frutos das árvores.
A língua do bicho é tão longa que lhe permite lamber as próprias pálpebras e limpar as orelhas com ela. É o único mamífero que consegue lamber as próprias orelhas. Os okapis machos possuem pequenos chifres cobertos de pele.

via mdig

Dando nó em pingo d´água


video

via e-mail.

Igreja ou apartamento?

O declínio na frequência de igrejas na Holanda nos últimos anos levou algumas a serem abandonadas. Muitas vezes são demolidas ou customizadas para outros usos. É o caso desta igreja em Utrecht que o gabinete de arquitetura Zecc resolveu converter num moderno apartamento.


A equipe de design preferiu manter diversas características originais como os vitrais e o órgão do coro. As zonas comuns foram entretanto pintadas de branco, enquanto os espaços privados exibem tons escuros.



via o butecodanet

Homens e Mulheres: Diferenças Básicas.

APELIDOS

- Se Adriana, Silvana, Débora e Luciana vão almoçar juntas, elas chamarão umas às outras de Dri, Sil, Dé e Lu.

- Se Leandro, Carlos, Roberto e João saem juntos, eles afetuosamente se referirão uns aos outros como Gordo, Cabeção, Rato e Negão.


COMENDO FORA

- Quando a conta chega, Paulo, Carlos, Roberto e João jogam na mesa R$ 20,00 cada um, mesmo sendo a conta apenas R$ 32,50. Nenhum deles terá trocado e nenhum vai ao menos admitir que queira troco - logo o troco será convertido em saideiras.

- Quando as garotas recebem sua conta, aparecem calculadoras de bolso e todas procuram pelas moedinhas exatas dentro da bolsa.


FILMES

- A idéia que uma mulher faz de um bom filme é aquele em que uma só pessoa morre bem devagarzinho, de preferência por amor.

- Um homem considera um bom filme aquele em que muita gente morre bem depressa, se possível com balas de metralhadora ou em grandes explosões.


DINHEIRO

- Um homem pagará R$ 2,00 por um item que vale R$ 1, 00, mas que ele precisa.

- Uma mulher pagará R$ 1,00 por um item que vale R$ 2, 00, mas que ela não precisa.


BANHEIROS

- Um homem tem seis itens em seu banheiro: escova de dente, pente, espuma de barbear, barbeador, sabonete e uma toalha de hotel.

- A quantidade média de itens em um banheiro feminino é de 756. E um homem não consegue identificar a maioria deles.


DISCUSSÕES

- Uma mulher tem a última palavra em qualquer discussão.

- Por definição, qualquer coisa que um homem disser depois disso, já é o começo de uma outra discussão.


FUTURO

- Uma mulher se preocupa com o futuro até conseguir um marido

- Um homem nunca se preocupa com o futuro até que consiga uma esposa


MUDANÇAS

- Uma mulher casa-se com um homem esperando que ele mude, mas ele não muda.

- Um homem casa-se com uma mulher esperando que ela não mude, mas ela muda.


DIVIDINDO

- Uma mulher dividirá seus pensamentos e sentimentos mais profundos com um completo estranho que lhe dê atenção.

- Um homem só dividirá seus pensamentos e sentimentos mais profundos quando questionado por um advogado artimanhoso, sob juramento, e mesmo assim, apenas quando isso puder diminuir a sua pena.


AMIZADE

- A mulher encontra com outra na rua: 'Nossa como você ta linda!!!'. Quando viram as costas vem o comentário: 'Nossa como ela tá gorda'.

- Um homem encontra com outro na rua: 'Fala seu gordo-careca-bichona!'. Quando viram as costas vem o comentário: 'pô esse cara é gente fina .


(Romont Willy http://www.romontwilly.blogspot.com/)


via e-mail.

Voce sabia que cachorro como "de um tudo"?

Quem tem filhotinhos sabe que os pés da mesa, sapatos e tudo mais que esteja dando sopa, vai ficar mordido. A ceia de natal deste cãozinho quase o matou, após ele comer a estrela da árvore de natal.
Charlie, um Yorkshire achou a velha estrela da árvore quando estava fuçando os guardados de sua dona. A dona do cão achou que ele havia engolido um osso, mas o raio X revelou a estrela. Para retirar a estrela do estômago de Charlie, ele foi anestesiado e a estrela foi retirada com forceps. O veterinário comentou: ” Eu já vi coisas estranhas, mas isso é a mais estranha de todas.” E que tal essas abaixo:

GANCHO - Como pode um cão comer um gancho com uma ponta afiada? Não sei, mas estecomeu.
FACA - Sim, o cão comeu uma faca. Inacreditavelmente, ele conseguiu engolir a faca de 17 cm inteira e não se machucou, porque ele a comeu pelo cabo.


ACÃO - Um cachorro engoliu inteira uma faca de nada menos que 30 cm! Trata-se de uma faca com serra de cortar pão, com ponta dupla afiada. O cão era um São bernardo e a cirurgia para retirar a faca levou 2 horas.



CHIP DE LIGAR O CARRO (sem fotos)- Alguns carros americanos possuem um sistema de segurança chamado Chip imobilizador. Trata-se de um tipo de chaveiro que precisa ficar com o motorista. Do contrario, ao girar a chave o carro não liga.
Um dia, Julliete Priesley de 39 anos tentou abrir o carro, mas ele não abria. Ela achou que a pilha do controle tinha acabado, mas qual não foi sua surpresa ao perceber que ele havia sido completamente comido. A dona percebeu então que o cão havia comido o chip que permitia ligar o carro.
Ela pegou o cão e o colocou no banco do motorista. Aí o carro ligou. Desde então, para poder andar de carro a família Priesley tem que pegar George, e colocá-lo no banco do motorista para ligar o veículo.
via MundoGump

Fróidisplika.

"Tento manter o mesmo penteado por,
pelo menos, 30 dias seguidos."
(Hillary Clinton)

Adesivos para seu carro.